Arquivo da tag: consciência ambiental

A IMPORTÂNCIA DA RECICLAGEM

A reciclagem é o processo de transformação das propriedades físicas e químicas que determinados tipos de materiais proporcionam através de específicos procedimentos que possibilitarão então o reaproveitamento desses materiais, como matéria prima, para a fabricação de novos produtos. Entretanto, em alguns materiais, como o alumínio e metais em geral, suas propriedades físicas e químicas se mantêm e o processo de reciclagem pode ser repetido indefinidamente.

reciclagem2

Este processo é de extrema importância nos dias de hoje, tanto no campo econômico, como no campo ambiental e social, pois este processo:

– Reduz a produção excessiva de novos materiais,evitando assim que se esgotem nossas fontes naturais;
– Reduz o acúmulo exponencial de lixo, devido o consumo desenfreado nas grandes cidades;
– Diminui a poluição;
– Limita o descarte irregular do lixo, pilhas, baterias e dentre outros materiais;
– Poupa matérias primas e energia;
– Proporciona melhor qualidade de vida para a população, através da preservação do meio ambiente;
– Gera empregos para população de renda baixa.

No Brasil, quase 100% das latas utilizadas e garrafas PET são recicladas. Entretanto, plástico, vidro e outros materiais são pouco considerados neste processo, portanto faça sua parte, divida seu lixo e encaminhe para os coletores de material reciclável.

reciclagem

POUPE O MEIO AMBIENTE E CUIDE DO NOSSO PLANETA!

Ecologia e a conectividade dos seres vivos

O termo “ecologia” deriva do grego OIKOS, que significa casa ou lugar para viver e LOGOS, estudo. Assim, ecologia é o estudo do organismo em sua casa.

Embora essa seja uma boa definição, ela não abrange todo dinamismo da Biosfera, pois o que é realmente estudado não é apenas o local onde os seres vivos moram, mas sim todas as suas interações com o meio ambiente, afinal de contas os organismos (inclusive nós) não vivemos isolados no planeta. Essas relações são dividas em níveis, que começa de um único organismo até chegar a biosfera.

CONCEITOS FUNDAMENTAIS DE ECOLOGIA

  • Habitat: É o onde o organismo reside. Seu local de vida.
  • Nicho ecológico: É o comportamento de um organismo de determinada espécie em seu habitat Ex: necessidades alimentares, interações com os amigos e inimigos, reprodução.
  • Meio Ambiente: É o conjunto de condições, leis, influências e infraestrutura de ordem física, química e biológica, que permite, abriga e rege a vida em todas as suas formas, ou seja, é um conjunto de coisas vivas e não-vivas que influenciam a vida.
  • População: Vários organismos de uma determinada espécie que vive em uma região em um determinado período de tempo.
  • Comunidade: O conjunto de todas as populações de espécies diferentes em um meio. Esse deve ser constituído por:
  1. Produtores de alimento: Autotróficos (sintetizam seu próprio alimento). Ex: Vegetais.
  2. Consumidores de alimento: Heterotróficos (não conseguem sintetizar seu próprio alimento). Ex: peixe, lagarto, leão.
  3. Decompositores: Heterotróficos que se alimentam dos restos dos seres vivos. Ex: Fungos e bactérias.
  • Ecossistema: É um conjunto formado por uma comunidade e por componentes abióticos (sem vida: ar, luz, água, temperatura).
  • Biosfera: Totalidade de todos os ecossistemas.

A partir das interações entre os conceitos, compreendemos que estão todos conectados de uma maneira equilibrada e sensível.

A Ecologia vem se tornando muito importante nos dias atuais, pois seu estudo ajuda a compreender e analisar os impactos das atividades humanas sobre o meio ambiente e procura soluções para evitar desequilíbrios ecológicos.

 

Fonte da Imagem: Matéria Incógnita
Fonte da Imagem: Matéria Incógnita

 

Por isso, é cada vez mais necessário conhecer a estrutura e o funcionamento dos ecossistemas, a fim de poder propor maneiras racionais de utilização dos recursos naturais sem provocar alterações ambientais drásticas que possam, ao longo do tempo, levar ao desaparecimento da vida.

Consciência ambiental

Talvez a palavra “sustentabilidade” tem sido a mais utilizada nos dias de hoje. Por consequência das inúmeras ações abusivas feitas pelo Homem sob o meio ambiente, temos pesquisas que nos deixam desanimados em relação aos recursos naturais.

preservation-planet
Fonte da Imagem: Free Images

A previsão do fim do petróleo, escassez de água e aquecimento global nos deixam curiosos com o futuro e nos questionam por soluções imediatas para reduzir o consumo.
Hoje existem muitos movimentos em defesa da natureza, em sua grande maioria se tratam de ONGs (Organizações não Governamentais). Dentre muitas, pode-se citar o Greenpeace, SOS Mata Atlântica e o Fundo Mundial para a Natureza (WWF).

Além disso, ocasionalmente ocorrem conferências, congressos, acordos para discutir as possíveis maneiras de solucionar ou pelo menos amenizar alguns problemas ambientais. Como exemplo atual, temos a Rio+20, uma conferência realizada em 2012 com esses propósitos. Assista ao vídeo:

Bacana, né? A ideia principal é que todos os questionamentos acerca dos problemas ambientais devem ser encarados de forma coletiva, pois todos os cidadãos podem contribuir de alguma maneira.

É muito notável quando conseguimos ver sustentabilidade no que é construído e criado nos dias de hoje, como por exemplo, na criação de novos produtos, novas ideias arquitetônicas, ou mesmo quando se pretende aperfeiçoar algo fabricado há tempos. Há um caso bem interessante acontecendo na França, mais especificamente na Torre Eiffel.
A Torre está passando por uma série de obras: instalação de painéis solares e turbinas eólicas no intuito de gerar energia limpa para autoabastecimento, assim como a troca de todas as lâmpadas por modelos LED, que são mais econômicos.

paris-sustentavel-torre-eiffel-energia-limpa
Fonte da Imagem: Super – Abril

Não para por aí! O símbolo de Paris contará ainda com um sistema de captação de água da chuva e medidas de acessibilidade. São todas essas novidades verdes que estimulam outras empresas a praticar o mesmo pensamento: pesquisar e criar medidas que contribuem para diminuir o consumo desenfreado que nós mesmos geramos ao meio ambiente.

Fique ligado no Blog, pois ainda trataremos bastante de assuntos ambientais!